Menu
Atualizado em 18/09/2019 às 09h20

História de Suzane Von Richthofen será contada em dois filmes com versões diferentes

Caso será retratado com base nos depoimentos de Suzane e do namorado, Daniel Cravinhos. Longas serão lançados no mesmo dia e exibidos em sessões alternadas nas mesmas salas de cinema. Carla Diaz em foto publicada no Instagram e Suzane von Richthofen durante saída temporária da prisão, no Dia dos Pais em 2018
Reprodução/Instagram e Luara Leimig/TV Vanguarda
A história de Suzane von Richthofen, jovem que planejou o assassinato dos pais em outubro de 2002, será contada em dois filmes, conforme anunciou a Galeria Distribuidora.
Antes previsto para ser lançado em 2019, o filme “A menina que matou os pais” ficou para 2020 e chegará aos cinemas acompanhado de “O menino que matou meus pais”. O segundo longa vai relatar a mesma história, mas contada sob um ponto de vista diferente.
Ambos chegarão aos cinemas em 2020, serão lançados no mesmo dia e terão suas sessões alternadas nas mesmas salas.
“É um caso único no cinema...

Fonte: Globo.com

Shows e Eventos

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS