Menu
Atualizado em 12/07/2019 às 19h20

Nome de morador de rua foi usado para abrir empresas que movimentaram milhões em emendas parlamentares

Lúcio Almeida Silva disse que nunca recebeu nenhum tipo de dinheiro e que não sabe ler ou escrever. Polícia encontrou procuração supostamente assinada por ele que dá plenos poderes para João Paulo Silveira controlar empresas. Morador de rua aparece como dono de empresa que movimentou emendas parlamentares
O morador de rua Lúcio Almeida Silva teve uma grande surpresa na última semana ao descobrir que, de acordo com os registros de pelo menos 12 empresas, ele é milionário. O homem, que sofre com a dependência do álcool e mora na rua em Pau D'árco, no norte do Tocantins, teve o nome utilizado na abertura de firmas que movimentam dinheiro de emendas parlamentares no estado.
As empresas recebem pagamentos pela realização de eventos para instituições sem fins lucrativos. Uma delas, o Instituto Prosperar (IPROS), se tornou alvo da operação ONGs de Papel, deflagrada no começo do mês. Em uma das contas das empresas de Lúcio Almeida foram movimentados R$...

Fonte: Globo.com

TO - Palmas

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS