Menu
Atualizado em 11/09/2019 às 11h20

Homem prova que estava em outra cidade quando vendedora foi morta e tem prisão revogada

Homem estava preso suspeito da morte da jovem Jaqueline Rodrigues. Ele apresentou imagens de lojas e comprovantes de compras para provar que estava a 70 quilômetros do local do crime. Jaqueline foi assassinada em Peixe
Divulgação
A Justiça revogou a prisão preventiva do homem que foi apontado pela Polícia Civil como suspeito da morte da vendedora Jaqueline Rodrigues, de 19 anos. Ele conseguiu comprovar que estava em Gurupi, a 70 quilômetros de Peixe, onde o crime aconteceu. O homem estava detido desde a última sexta-feira (8) e foi solto na manhã desta quarta-feira (11).
A jovem foi encontrada morta na manhã de quinta-feira (5) em Peixe, na região sul do estado. A Polícia Militar informou que a vítima estava dentro do banheiro de uma loja de roupas onde trabalhava. Ela foi encontrada amordaçada e amarrada, com várias marcas de facadas.
O suspeito tinha sido preso em Gurupi, também na região sul. Ele teria sido reconhecido depois que a...

Fonte: Globo.com

TO - Palmas

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS