Menu
Atualizado em 12/06/2019 às 18h23

Região de Campinas registra 1 ação contra trabalho infantil e adolescente a cada 27 horas; veja situações ilegais

Juizado registrou 111 ações de janeiro a 4 de junho deste ano. Em 2018 inteiro foram 215 ações, com média de uma a cada 40 horas. Juíza faz alerta sobre abusos dos empregadores. Adolescentes a partir de 14 anos podem trabalhar, mas somente com cadastro de aprendiz.
Reprodução/GloboNews
O Juizado Especial da Infância e Adolescência (Jeia) de Campinas (SP) registrou média de uma ação contra trabalhos infantis e de adolescentes a cada 27 horas este ano. O número representa um aumento em relação à média registrada em todo o ano passado, de uma ação a cada 40 horas.
O Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil é lembrado nesta quarta-feira, 12 de junho. Denúncias podem ser feitas pelo Disque 100.
No período de 1 de janeiro a 4 de junho, o Jeia contabilizou 111 processos, número que supera os totais anuais de 2015 - quando o juizado foi criado -, 2016 e 2017. Em 2018 foram 215 ocorrências registradas. Veja a evolução no gráfico...

Fonte: Globo.com

ES - Vitória

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS