Menu
Atualizado em 07/11/2019 às 16h40

Soltura de assassino confesso revolta família de pastor evangélico morto no MA

Decisão determinou a soltura de Saulo Pereira Nunes, assassino confesso do pastor evangélico Mackson da Silva em Paço do Lumiar. Família da vítima pede que decisão seja revogada. Família de pastor evangélico morto está revoltada com a soltura de suspeito pelo crime
Familiares do pastor evangélico Mackson da Silva Costa, de 37 anos, que foi assassinado em Paço do Lumiar, está revoltada com a decisão da Justiça que determinou a soltura de Saulo Pereira Nunes, assassino confesso. Após ter sido morto, a vítima teve o corpo enterrado na casa do autor do crime.
Antônia Costa da Silva, mãe da vítima, recebeu com muita tristeza a notícia da decisão judicial e explica que diferente do que a Justiça alega, a saída de Saulo Pereira Nunes do Complexo Penitenciário de Pedrinhas oferece risco à sociedade por ter premeditado o crime. Ela pede Justiça e que a decisão seja revogada.
“Revoltante. É revoltante, eu estou decepcionada. É muito...

Fonte: Globo.com

MA - São Luís

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS