Menu
Atualizado em 20/10/2019 às 20h00

Nicolás Maduro solidariza-se com manifestantes chilenos

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, solidarizou-se hoje com o povo do Chile, em particular com os manifestantes, e defendeu o “cessar da violência e da brutal repressão” pelas autoridades.“Toda a minha solidariedade para com o nobre povo chileno, que em resiste contra as criminosas políticas neoliberais implementadas pelo capitalismo”, expressou Nicolás Maduro através da sua conta do Twitter.O Presidente da Venezuela disse ainda “advogar” pelo “cessar da violência e da brutal repressão que viola os direitos humanos da população” e enviou “um abraço” ao Chile.Por outro lado, a vice-presidente da Venezuela, Delcy Rodríguez, usou a mesma rede social para queixar-se do “silêncio ensurdecedor” da Alta Comissária dos Direitos Humanos da ONU, Michelle Bachelet, em relação à situação no Chile.“Um silêncio ensurdecedor de Michelle Bachelet perante a terrível repressão da ditadura pinochetista de Sebastián Piñera, que atenta contra o...

Portugal

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS