Menu
Atualizado em 22/10/2019 às 05h40

'Única coisa que desejo é justiça', diz mãe de Eduarda que espera há um ano resposta sobre morte da filha no RS

Corpo de Eduarda Herrera de Mello, de 9 anos, foi encontrado às margens de uma rodovia em Alvorada. Polícia Civil informou que as investigações continuam em andamento e são prioridade, mas não dá mais detalhes, pois caso está em sigilo. Segundo a família, Eduarda Herrera, de 9 anos, foi raptada enquanto brincava na rua de casa
Arquivo pessoal
A morte da menina Eduarda Herrera de Mello completa um ano nesta terça-feira (22), e o crime continua sem respostas. A criança, que tinha 9 anos na época, desapareceu no bairro Rubem Berta, em Porto Alegre, na noite do dia 21 de outubro de 2018. Cerca de 12 horas depois do sumiço, o corpo foi encontrado às margens de uma rodovia em Alvorada.
"A única coisa que eu desejo é justiça, que, pelo menos, esse peso saia de nós porque a morte dela sempre vai deixar um vazio enorme", conta a mãe da menina, Kendra Camboim Herrera, de 32 anos.
Ao G1, Kendra contou que está angustiada sem saber o que...

Fonte: Globo.com

RS - Porto Alegre

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS